A moda antes e depois da Pandemia

Os grandes acontecimentos mundiais sempre influenciaram a moda. O momento atual de Pandemia por Covid-19 não é diferente.

A história nos traz alguns exemplos de comportamentos que, associados com o que se passava pelo mundo, geraram mudanças sociais definitivas e permanentes.

O primeiro exemplo que podemos citar, só para ficar nos mais recentes, foi a 1ª Guerra Mundial. Com a saída dos homens das fábricas e do trabalho nos campos para irem para o front, as mulheres tiveram que, literalmente, ir para as ruas para buscar o sustento familiar e substituir os operários e agricultores. Isso determinou o fim do espartilho e o começo da era da calça comprida, que, no início, era usada com uma saia ou um avental comprido por cima. Um pouco depois dessa fase, as mulheres passaram a usar calças sozinhas, muito por influência da grande inovadora desse período: Coco Chanel.

Fábrica de munição na França (1916) - Archive of Modern Conflict London/Reuters
Mulher trabalhando em uma fábrica, no período da primeira guerra mundial.

 

Mulheres vestidas para o trabalho nas fábricas, no período da primeira guera mundial.

 

Modelos de roupas para trabalho.

Chanel entendeu muito rápido a necessidade dos novos tempos e soube adaptar esse desejo para a moda e a mulher que surgia. As roupas passaram a ser práticas, com as linhas das roupas mais simples, o comprimento mais curto e o novo conceito que resumia a mulher moderna e independente.

Coco Chanel ( à esquerda) vestindo calça comprida na década de 1920.

Depois desse período o grande acontecimento mundial foi a 2ª Guerra Mundial, que fez com que as mulheres mais uma vez saíssem de casa para trabalhar, enquanto seus maridos e pais estavam lutando pelo país. Foram anos difíceis, cheios de restrições e com o final da guerra, um sentimento de felicidade tomou conta de populações inteiras,  se refletindo mais uma vez na forma como as mulheres passaram a se vestir. Nesse ponto, o visual rigoroso e sequinho já estava ultrapassado e as mulheres estavam cansadas de tanta austeridade para se vestir.

Tailleurs típicos dos anos 40: a moda seguia o rigor dos uniformes militares com silhueta ajustada e poucos adereços femininos.

Em 1947, logo após o término da 2ª Guerra, foi lançado o “New look” ou “Tailleur Bar” de Christian Dior, revolucionário para a época e que  trouxe a feminilidade de volta ao guarda-roupa feminino. Com sua saia super rodada, com metros e metros de tecido e sua proposta de um mundo novo  de paz, cheio de felicidade, prosperidade e abundância.

Foi quando surgiram as primeiras roupas prontas ou, aqui no Brasil, as  “roupas feitas”, peças já produzidas que eram produzidas em massa e compradas para uso imediato. Tudo estava à disposição na loja mais próxima, sem necessidade de idas à costureira e provas cansativas.

É oficial: Maria Grazia Chiuri é a 1ª mulher estilista da Dior ...
O icônico Tailleur Bar, ou New Look, criação de Christian Dior, há 73 anos.

Avançando um pouco mais na linha do tempo, chegamos aos rebeldes anos 50 e 60, com a juventude transviada e o primeiro traje rebelde (hoje um clássico da moda jovem): a calça jeans com camiseta branca e jaqueta de couro preta.

Um verdadeiro símbolo dos anos 50 e começo dos anos 60, a calça jeans passa a ser o vínculo da moda com os jovens rebeldes, assim como a motocicleta e os carros em alta velocidade, representados por James Dean e Marlon Brando no cinema.

Eram anos agitados e a sociedade passava por uma revolução de costumes: os jovens começam a ter necessidade de identidade própria e procuram trilhar o seu caminho desvinculado do que desejavam seus pais, considerados pelos seus filhos, repressivos e antiguados.

 

Flores da Modéstia: A mulher e as calças nos anos 40
Publicidade de marca de “roupas feitas”, anunciando modelos em jeans. Anos 1950 nos EUA.

A música, o cinema, a literatura e as artes em geral seguiram o mesmo caminho e abriram espaço para a outra revolução um pouco mais tarde: os Hippies do final dos nos 60 e década de 70, com suas roupas coloridas, cheias de significado flower power,  as franjas e as bocas-de-sino (que hoje chamamos de flare).

Com seu discurso pacifista, os hippies eram contra a guerra do Vietnan e pregavam o amor livre, o uso de drogas para abrir as portas da percepção e se opunham a tudo que não fosse o senso comum; a coletividade . Esse movimento ficou conhecido como “contra-cultura” e influenciou toda uma geração.

Moda anos de 1970: inspirações de looks e produções
Ponchos, técnica tye die, estampas de cashmere e forais multicoloridos são as principais contribuições do período hippie para a moda.

Outro grupo que influenciou diretamente a moda dos anos 70/80 foi o movimento Punk inglês, com seus cabelos moicanos e suas roupas predominantemente pretas, com muitas tachas e pregos.
Os Punks, diferente dos Hippies, pregavam a agressividade como forma de expressão e mudança e eram contra qualquer forma de autoritarismo. Sua vestimenta e a música são as principais formas de identificação dessa ideologia.

Vivienne Westwood é a principal estilista desse movimento e suas criações romperam com establishment e continuam atuais 45 anos após o surgimento do movimento PUNK, na Inglaterra  em meados dos anos 1970.

1970s Westwood was one of the biggest names in the 1970s and later ...
Vivienne Westwood (de vermelho) na Londres dos anos 1970.

Uma coisa é certa, o laboratório da moda é a sociedade. Quanto maiores forem as mudanças no nosso meio social, maior será a transformação da moda.

Após a Pandemia algumas tendências já se mostram promissoras, como a necessidade de cuidar mais do planeta, a possibilidade de termos relações mais próximas, mesmo estamos distantes e outras que ainda vamos descobrir.

Nesse quadro promissor e novo, só o que podemos fazer por enquanto é imaginar qual será esse mundo novo, tendo a mente aberta e uma atitude otimista em relação ao futuro.

O novo cenário da moda nos permitirá ter mais consciência em relação a cadeia produtiva, a origem dos produtos e nos apontará as novas relações entre as marcas e os consumidores.

Mais do que isso, alertará para a responsabilidade de todos (empresas e clientes) com a economia e com a sociedade.

 

Siga-nos no Facebook

Siga-nos no Instagram

 

 

 

Livros e revistas para quem ama Moda!

Esse post é dedicado a você que ama moda!

Não importa se trabalha na área ou se a moda é apenas um hobby na sua vida, a PROGRAM selecionou alguns livros e revistas que não podem faltar na sua estante.

Confira!

estupida livro

Uma das digital influencers mais respeitadas do universo da moda, Camila Coutinho conta nesse livro a sua trajetória de sucesso no mundo da internet. Leitura essencial para quem sonha em empreender ou seguir uma carreira no mundo da moda.

fashion livro

O objetivo do livro é falar do mercado de moda no Brasil e identificar os pontos fortes e fracos do setor. Uma visão interessante por quem realmente entende do assunto. Esse é para os profissionais que trabalham com moda ou que realmente querem se aprofundar no assunto.

moda brasileira livrp

O livro representa os novos tempos da moda, um momento maravilhoso de quebrar paradigmas e se reinventar. Alice Ferraz não está aqui para ensinar a você o que “pode” e o que “não pode”, mas como raciocinar a moda para servir à quem você quer e precisa ser, para servir à sua criatividade, ao seu jeito de ser e ao poder que você pode exercer quando se sente bem-vestida

 

Viviane_westwood livro

Escrito pela própria Vivienne Westwood, em parceria com o biógrafo Ian Kelly, o livro conta a história da estilista britânica conhecida como a “mãe do punk na moda”. Ao lado de seu ex-marido, Malcolm McLaren, que foi empresário de bandas como Sex Pistols, ela fundou as raízes do punk e a polêmica loja SEX, em Londres, frequentada por jovens roqueiros do mundo todo.

a moda e seu papel livro

Mais uma opção para quem gosta de relacionar a moda com sua influência na sociedade em um determinado tempo da história. Diana Crane mostra como as roupas se conectam com as diferentes classes sociais e as mudanças no vestuário diante dos movimentos feministas.

moda com livro

André Carvalhal, dono da marca Ahlma, conta com detalhes todo o processo de produção de Moda no livro Moda com Propósito, com consumo consciente, prestando atenção na sustentabilidade e na diversidade. O mundo fashion precisa reconhecer mais cada pessoa que trabalha na produção de uma peça de roupa.

chic livro

Quem não gostaria de saber a opinião de Gloria Kalil antes de vestir a roupa para uma festa, um casamento ou na hora de fazer as malas para uma viagem? Esta nova edição servirá de personal stylist para a leitora, trazendo dicas e comentários seguros para se construir um estilo pessoal, que evidencie a individualidade de cada uma, valorizando os seus pontos fortes e usando a moda sempre a seu favor.

 

dior livro

Por meio de fotos e fac-símiles de croquis, convites de desfile, catálogos e material de divulgação, este livro apresenta a pesquisa realizada pela historiadora de moda Catherine Rmen de quase setenta anos da maison Dior, mostrando a construção e a evolução da marca até as roupas assinadas por Raf Simons.

 

revista vogue

Esta revista é considerada a “bíblia” da moda mundial. Lançada nos Estados Unidos em 1892, hoje está presente em mais de 90 países com publicação mensal. A revista se tornou um verdadeiro guia de moda, especialmente depois dos anos 80, quando passou a ser comandada por Anna Wintour.

revista harpers

Uma das revistas de moda mais antigas do mundo, a Harper´s combina moda com referências artísticas. Foi publicada pela primeira vez em 1867 e durante anos ficou conhecida pelo slogan: “The well-dressed woman and the well-dressed mind” (A fonte de estilo para as mulheres e as mentes bem vestidas, em tradução livre). Traz uma versão brasileira e é referência para quem gosta, trabalha e respira moda, trazendo as tendências atuais, novidades com muito luxo.

revista elle

Uma das revistas de moda mais conhecidas do mundo, apresentando tendências nacionais e internacionais para mulheres de 25 a 50 anos. Hoje, está presente em mais de 50 países, inclusive no Brasil, informando sobre o melhor da moda, com editoriais marcantes e conteúdos para quem procura novidades no segmento.

 

revista marie claire

Uma das revistas internacionais mais conhecidas também tem sua versão brasileira. A Marie Claire foi criada em 1937 na França, mas hoje está presente em diversos países. A publicação, que tem sua edição em português publicada pela Editora Globo, traz conteúdos sobre cultura e sociedade, além, claro, de matérias de moda e tendências, com novidades de grandes marcas.

 

revista instyle

Dedicada especialmente à moda e beleza, a InStyle se tornou um guia do que está em alta e do que usar, com dicas de estilo para montar looks nas mais diversas ocasiões. Conhecida como Estilo no Brasil, ela apresenta centenas de produções de celebridades, que servem como referências para mulheres que querem se vestir bem em qualquer ocasião.

Fonte: arevistadamulher.com.br

amazon.com.br

 

Siga-nos no Facebook

siga-nos no Instagram

 

Filmes e séries sobre Moda para você se inspirar

Quem respira Moda sempre está à procura de novidades e inspirações para esse universo. Filmes e séries são ótimas opções de entretenimento e com isso, a PROGRAM preparou algumas sugestões para você aproveitar este momento, sem precisar sair de casa!

filme coco

Coco Antes de Chanel é um filme que mostra a história da brilhante estilista Chanel antes de sua fama. Coco é uma mulher fantástica, independente, inovadora e totalmente a frente de sua época, só por esse motivo o filme já cativa. A atuação de Audrey Tautou é de uma simplicidade e sutileza que poucas atrizes possuem, ela é impecável. Vale a pena!

filme maria antonieta

A princesa austríaca Maria Antonieta (Kirsten Dunst) é enviada ainda adolescente à França para se casar com o príncipe Luis XVI (Jason Schwartzman), como parte de um acordo entre os países. Na corte de Versalles ela é envolvida em rígidas regras de etiqueta, ferrenhas disputas familiares e fofocas insuportáveis, mundo em que nunca se sentiu confortável. Praticamente exilada, decide criar um universo à parte dentro daquela corte, no qual pode se divertir e aproveitar sua juventude.

Esse filme ganhou o Oscar de melhor figurino em 2007, recomendamos!

filme a vingança

Uma atraente mulher (Kate Winslet) retorna à sua cidade natal na Austrália rural. Com sua máquina de costura e estilo haute couture, ela transforma as mulheres e demanda a doce vingança de quem não acreditou em seus feitos. Para os amantes da Moda, assistam!

filme Dior

Dior e Eu é um documentário que chama a atenção por mostrar um pouco do funcionamento interno de uma empresa conceituada como a Dior às vésperas de um desfile. Este é o grande ápice do longa-metragem, muito bem iluminado e fotografado de forma a ressaltar ao máximo o cenário escolhido – beleza é a matéria-prima deles!

filme sex and the city

Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) é uma escritora de sucesso obcecada por moda, que vive em Nova York. Assim como suas amigas Samantha Jones (Kim Cattrall), Charlotte York (Kristin Davis) e Miranda Hobbes (Cynthia Nixon), Carrie tenta equilibrar o trabalho com seus relacionamentos. O filme retrata muito bem todo esse universo fashion.

filme rainha

Dominada por sua mãe possessiva (Miranda Richardson) desde criança, a jovem Vitória (Emily Blunt) se recusa a conceder a ela a regência nos últimos dias de seu tio, William IV (Jim Broadbent). O maior interessado em que isto ocorra é John Conroy (Mark Strong), companheiro da mãe de Vitória, que sabe que perderá poder e prestígio tão logo ela alcance a maioridade e assuma a coroa inglesa. Pouco antes de ser coroada, Vitória se aproxima de Albert (Rupert Friend), príncipe da Bélgica, que se afeiçoa a ela. Após ser coroada ela passa a ser cortejada pelo lorde Melbourne (Paul Bettany), primeiro ministro da época. Dividida entre Melbourne e Albert, Vitória se vê diante de uma crise institucional devido à sua interferência nos assuntos políticos do país.

Ganhou em 2010, o Oscar de melhor figurino!

filme yes

Paris, 1957. Com apenas 21 anos, Yves Saint-Laurent (Pierre Niney) é chamado para cuidar do futuro da prestigiosa grife de alta costura fundada por Christian Dior. Depois de seu primeiro desfile triunfal, ele vai conhecer Pierre Bergé (Guillaume Gallienne) e este encontro irá abalar sua vida. Amantes e parceiros de trabalho, os dois se associam a fim de criar a grife Yves Saint Laurent. Apesar de suas obsessões e demônios interiores, Saint Laurent vai revolucionar o mundo da moda com sua abordagem moderna e iconoclasta.

o diabo filme

Andrea Sachs (Anne Hathaway) é uma jovem que conseguiu um emprego na Runaway Magazine, a mais importante revista de moda de Nova York. Ela passa a trabalhar como assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), principal executiva da revista. Apesar da chance que muitas sonhariam em conseguir, logo Andrea nota que trabalhar com Miranda não é tão simples assim.

Esse é um clássico da moda e você não pode deixar de assistir!

série versace

 

O assassinato de Gianni Versace, é uma série disponível na Netflix, que conta passagens da vida de Andrew Cunanan, a partir de sua infância, até o momento em que o levou a cometer uma série de cinco assassinatos em 1997, inclusive do ícone da moda Gianni Versace. A série mostra um pouco da história de Versace, inclusive a relação com sua irmã Donatela.

série o tempo

O livro que deu origem a série, conta a história de Sira Quiroga (Adriana Ugarte), uma costureira que parecia ter a vida toda planejada em Madrid. Prestes a se casar, ela se apaixona à primeira vista por outro homem e se muda para Marrocos a fim de ficar com seu novo amor. Lá, ela perde uma fortuna e acaba se tornando espiã dos aliados durante a guerra civil na Espanha. Uma série envolvente, que mostra a vida das antigas “modistas”, vale a pena “maratonar”.

série atelier

A jovemTokita Mayuko, após concluir seu curso especializado em tecidos, acaba encontrando um emprego que lhe mudará a vida e que exigirá o máximo de suas qualidades como profissional e como pessoa. Seu trabalho é em uma marca de lingerie de luxo, a “Emotion”. Na presidência da empresa, Nanjo Mayumi, é um ícone que alavancou a indústria de lingerie japonesa desde que a marca fora criada há 25 anos. Vale a pena assistir!

série girl

Britt Robertson interpreta Sophia, uma jovem rebelde e anarquista que se recusa a crescer. Ela acaba encontrando sua paixão de vender roupas vintage online e se torna uma mulher de sucesso. Enquanto constrói seu império de varejo de moda, ela percebe o valor e a dificuldade de ser a chefe de sua própria vida. Disponível na Netflix.

Fonte: netflix.com

adorocinema.com

 

 

Inspire-se na personalidade marcante da Mulher Rebelde

2000

 

As tendências do Outono Inverno 2020 vem inspiradas na força feminina e no seu poder de transformação: a influência da mulher sobre a moda, o mundo e sobre ela mesma, enquanto cidadã, profissional e todas as demais particularidades que abrangem os sentidos e intuições femininas.

Cores “secas” e fortes Galaxy Blue, Biking Red e Dusty Cedar compõem a cartela desse tema e remetem a um universo mais plural e diverso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Siga nossas redes sociais:

Aposte nos looks urbanos para um visual cool nas férias de verão

 

A sua produção urbana não precisa ser formal ou muito séria. Os look descontraídos, leves e frescos são ótimos companheiros para o seu descanso na cidade e ajudam a dar aquele clima de “estou de férias” no visual, que faz toda a diferença.

Se você gosta de passear ao ar livre, indo a parques e espaços abertos; ou se pretende tirar os dias de folga para colocar a agenda cultural em dia, indo ao cinema, teatro ou algum show; aposte em uma produção descomplicada e dê ao seu look um toque pessoal, com algum acessório especial e colorido (as cores neon estão em alta). #dicaadica.

A PROGRAM preparou alguns looks urbanos para você se produzir e se jogar no clima do verão na cidade.

 

Camisa ref. 196161 e calça corsário com abertura lateral ref. 196191

 

Vestido com cinto do mesmo tecido ref. 196153

 

Camisa ref. 196003 e calça pantacourt jeans ref. 196939

 

Camisa ref. 196232 e calça jeans ref. 196006

 

Macaquinho ref. 196201

 

Macacão ref. 196108

 

Shorts ref. 196150 e colete ref.196149

 

Para mais informações, consulte o site http://www.programmoda.com.br ou procure uma de nossas lojas físicas em diversas cidades brasileiras.

 

Siga-nos no Facebook

Siga-nos no Instagram 

Invista em um aerolook confortável e estiloso

 

Pintou indecisão na hora de escolher o seu look de viagem? Não se preocupe, aqui na PROGRAM temos diversas opções muito confortáveis e estilosas, que vão te deixar linda do início ao final da viagem.

Dica: roupas justas e salto alto não são os melhores companheiros para essa ocasião. Opte por sapatos macios e sem salto e roupas mais soltinhas e com elasticidade para garantir uma viagem tranquila e com mais comodidade.

 

Blusa de malha e corsário jegging

 

Blusa de Malha e calça jeans com rasgos

 

Blusa com botões frontais e calça jeans.

 

Blusa com detalhe de botões e calça legging

 

Camisa com amarração frontal e calça jegging

 

 

Regata e bermuda com elástico

 

Blusa com estampa lúdica e calça jeans com rasgos

 

Camisa soltinha e bermuda estilo ciclista

 

Blusa soltinha com amarração e calça jeans com abertura frontal na barra

Para saber mais, procure uma das nossas lojas físicas ou compre online pelo site www.programmoda.com.br

 

Siga-nos no Instagram 

Siga-nos no Facebook