Chegou a Coleção Primavera Verão 2021

A coleção Simplesmente Viver, resgata a busca pelo natural e por tudo que remete às origens: nossa casa, nosso mundo, nossa família e a necessidade de se cuidar e cuidar dos outros.

Os tecidos são as principais estrelas da coleção; linho, viscose, algodão surgem em diversos modelos e cores e o conforto é a palavra de ordem.

Vestidos soltinhos e frescos, conjuntos com toque macio e que proporcionam liberdade de movimento, bermudas e shorts coloridos e blusas e calças seguindo as últimas tendências de moda, são algumas das novidades desta temporada.

As estampas estão pra lá de especiais e o melhor: são exclusivas, você só vai achar essa combinação de cores e padronagens na PROGRAM.

Por isso, não perca tempo e seja uma das primeiras a ter os looks Primavera Verão 2021 da nossa coleção. Compre pelo site ou nas  lojas físicas.

 

Conheça dos modelos já disponíveis no site:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Siga a PROGRAM nas redes sociais:

Instagram

Facebook

TikTok

 

A mudança do biotipo feminino e os esteriótipos de beleza

Mudanças profundas estão acontecendo nos padrão de beleza feminina nos últimos anos. São mudanças lentas, mas constantes e que aos poucos começam a transformar os rígidos padrões que imperavam até pouco tempo no mercado da moda, da cosmética e por que não dizer da própria sociedade.

Mulheres consideradas “plus size” sempre tiveram um papel nulo nas mentes dos criadores e designers de moda e a simples menção a qualquer inclinação para uma moda voltada a “tamanhos grandes” já era considerada uma heresia.

Sempre houve uma suposição que a mulher plus size queria (ou deveria) esconder o seu corpo, por algum tipo de vergonha ou pudor, já que ela não conseguia de enquadrar nas lânguidas formas impostas pela indústria. Isso, em termos práticos significava se conformar com roupas genéricas, sem personalidade e confeccionadas com modelagem que cobrisse ao máximo o corpo, deixando a mulher sem opções de valorizar as suas formas.

Com o aumento crescente do mercado de tamanhos grandes, principalmente entre as mulheres mais jovens, essa realidade precisou mudar; pressionada pelas próprias consumidoras que passaram a exigir uma variedade de estilos condizente com o seu estilo de vida, seu empoderamento e sua personalidade.

Ao invés de perder peso para caber nas roupas as mulheres passaram a exigir roupas que coubessem nelas independentes do peso que tivessem!

Body Positive

Esse movimento, chamado de Body Positive, abrange um conceito ainda mais amplo que envolve autoestima, aceitação do seu corpo e da sua beleza natural, sem se importar com esteriótipos ou imposições da sociedade e sim com a sua percepção de beleza e o seu amor próprio.

 

A cantora Beth Dito, um ícone do movimento Body Positive e sua linha de moda feminina plus size

Acima de tudo, a mulher plus size busca reconhecimento de suas formas, seus padrões de beleza e espera encontrar roupas com a mesma proposta de estilo em todos os tamanhos e não apenas nos tamanhos menores.

As celebridades e blogueiras, movidas pelo turbilhão do movimento Body Positive, passaram a ter importância fundamental na disseminação do conceito e influenciaram toda uma multidão de consumidoras ávidas por mudanças nos padrões de beleza estabelecidos, gerando uma legião de seguidoras fiéis e concentradas em conseguirem espaço e voz para as suas prioridades.

 

A americana Ashley Grahan é uma das principais top models e influenciadoras do universo plus size

 

A top plus size Candice Huffine é uma das mais requisitadas do mercado da moda

 

 

Modelo plus size, Tara Lynn, é capa da Elle Noruega! | YAY! Hype ...
A top Tara Lynn ficou ainda mais famosa depois dessa capa histórica para a revista Elle
TARA LYNN in 2020

A vez da Publicidade assumir o seu papel no novo padrão de beleza

Com esse turbilhão de acontecimentos envolvendo a quebra de paradigma do padrão “magro” de beleza; a publicidade, por sua vez, vem atuando fortemente em incluir mais diversidade nas suas criações, garantindo com isso a simpatia das marcas e do mercado consumidor. Isso significa que pela primeira vez na história da propaganda, as agências e empresas de publicidades estão exigindo dos profissionais criativos um olhar mais próximo e inclusivo para as mulheres plus size.

 

Campanha da marca americana de beachwear swimsuitsforall, estrelada por Ashley Grahan

 

Campanhas de Outdoor da griffe americana Calvin Klein: em 2009 com modelo magra em 2020 ajustada ao novo padrão de beleza.

 

Body Positive Brasil

Com um padrão de beleza rígido e limitado e focado no ideal magro (como forma de ter um corpo saudável), o Brasil segue começou a despertar para a necessidade de ampliar a sua grade de tamanhos a partir da última década. 

Influenciadoras digitais começaram a ter voz ativa nessa mudança, levantando a bandeira “body positive” como uma forma de engajar e despertar as consumidoras para essa mudança de paradigma, já que, segundo as últimas estatísticas, 52,5% da população brasileira está acima do peso.

Com uma abordagem direta para que as mulheres plus size “se amem”, essas influenciadoras estão conseguindo transformar a mentalidade das marcas, agências e clientes, derrubando padrões irreais e que não representam a mulher real. 

 

A top Marcela Baccarim tem quase 180 mil seguidores no Instagram e uma carreira de sucesso como influencer digital.

 

Aline Zattar é uma das influencers mais requisitadas pelas marcas de moda femininas plus size.

 

Com a colaboração dessas meninas, o mercado de moda feminina plus size vem crescendo abraçando a consumidora que, antes, não tinha variedade e diferenciação na forma de se vestir. 

Nós da PROGRAM PLUS trabalhamos para que as mulheres plus size possam celebrar seu corpo cada vez mais, trabalhando com muito amor e dedicação para criar e disponibilizar produtos que sejam atrativos e alinhados com as mais recentes tendências da moda, voltados aos diferentes tipos de estilo de corpo e de personalidade feminina. Afinal, a moda é para todas!!!

 

Siga a PROGRAM nas mídias sociais

Instagram

Facebook

Tiktok

 

Que bebida combina com o seu Life Style?

Conferimos algumas das bebidas queridinhas das mulheres e percebemos que a preferência por uma ou outra, tem tudo a ver com o Life Style e até Fashion Style de cada uma delas.

Sendo uma preferência pessoal, nada mais natural que escolher a bebida de acordo com os seus hábitos, rotina e personalidade, não é mesmo?

Veja nesta matéria quais as bebidas preferidas que apareceram no nosso radar e a comparação com os looks que melhor de adequam para cada mulher:

Água de Côco: preferida entre as mulheres fitness, a água de côco é uma bebida tipicamente brasileira e campeã em hidratação e frescor. Traz aquela pegada natural e saudável. Geralmente é tomada pura e bem geladinha. Uma delícia!

As mulheres que gostam de água de côco, geralmente preferem peças no estilo urbano, casual e jovem.


Chá Verde:
Quente ou gelado é rico em estimulantes como cafeína, o chá verde é para aquelas que querem ficar ligadas e gostam de agitação. Ajuda na concentração, foco e atenção. São encontradas no mercado diversas variedades de chá verde, desde o puro, até o mix de sabores exóticos como lichia, por exemplo. Na maioria das vezes, as mulheres que preferem chá verde são profissionais liberais ou executivas, que precisam estar sempre antenadas nas últimas notícias e tendências de moda.  Se você gosta de chá verde e suas variações, provavelmente gosta de peças:

Sucos Naturais: Os sucos naturais estão na moda desde sempre e muitas vezes podem substituir algumas refeições rápidas, por serem nutritivos e uma ótima fonte de energia. Fazem parte da vida das mulheres que tem uma preocupação com a saúde e que gostam de se alimentar bem, mas sem exageros, consumindo produtos vindos da natureza. Se você gosta de sucos naturais, vai de identificar com:


Café/Capuccino/Moccacino & Cia:
  Sendo a segunda bebida mais consumida do planeta (só perde para a água) o café nas suas várias apresentações é o escolhido pelas mulheres que querem saborear uma bebida densa, aromática e com personalidade. Tem gente que não começa o dia sem tomar uma xícara de café, para acorda, não é mesmo? A verdade é que café é sempre um bom motivo para pausa na rotina diária, seja em casa ou no trabalho e também um ótimo motivo para socializar: “Vamos tomar um café um dia desses?” Quem nunca ouviu ou falou essa frase? Mesmo em tempos de Pandemia, o café segue com a sua característica milenar: um elemento agregador e multicultural. São apreciadoras de café as mulheres que tem estilo próprio e poderoso:

Água com gás: É água, mas com um toque de sofisticação. A mais chic das águas naturais combina com mulheres elegantes, delicadas e femininas. Muito seguras de si, as mulheres que tem na água com gás a sua bebida preferida, sabem o que querem e vestem somente o melhor. Entre as suas peças preferidas estão:

Para saber mais sobre a PROGRAM e seus produtos, assine o blog e acesse o site www.programmoda.com.br

Siga PROGRAM nas redes sociais:

Instagram

Facebook

TikTok

5 peças que nunca saem de moda!

Na matéria de hoje, iremos falar sobre peças que nunca saem de moda e que são indispensáveis para o nosso guarda-roupa. Com a escolha certa, você sempre terá peças que funcionam em diversas situações. Desse modo, é possível manter o estilo e ousar com as tendências passageiras. A seguir, veja quais são as 5 peças que nunca saem de moda da PROGRAM!

1. calça jeans: essencial!

Uma coisa é certa: ninguém erra com uma calça jeans. Seja de lavagem clara, escura, com rasgos ou aplicação, sempre cai bem em qualquer produção, para qualquer idade e estilo. Dessa forma, o ideal é ter dentro do guarda roupa sempre uma calça de cada lavagem: uma mais escura, para os dias casuais no trabalho, uma clara para tomar um happy hour ou para uma festinha entre amigos, uma com rasgos mais despojada para aquela balada, ou uma lavagem média, que cabe em qualquer ocasião.

RDE_7755

RDE_0422

web06-3550

2. camisa: do básico branco, ao clássico xadrez!

Desde a branca, até a xadrez, a camisa é um item coringa para o guarda-roupa de qualquer mulher. Na PROGRAM você encontra modelos de camisas para diversas ocasiões, seja para o dia a dia, para o trabalho, jantar ou algum evento. As camisas estampadas nunca saem de moda e são perfeitas para compor um look menos formal e mais fashionista! O xadrez é uma padronagem que está sempre presente nas coleções e que nunca sai de moda!

RDE_5201

RDE_7749-2

web06-3575

RDE_7004

RDE_9191

3. jaqueta de couro: clássico moderno!

Uma peça clássica, versátil, que nunca sai de moda, e que todos deveriam ter no guarda roupa, estamos falando da queridíssima jaqueta de couro. Na PROGRAM, você encontra a jaqueta em couro fake, nas cores caramelo e preto.

O couro fake não tem a mesma durabilidade do couro natural e para dar um melhor aproveitamento à peça, colocamos malha nos cotovelos para evitar o atrito do couro e proporcionar total conforto!

01

web07_-3931

web07_-3971

4. vestido preto: must have!

Preto sempre é sinônimo de elegância, além de ser uma cor atemporal, presente em todas as coleções. Uma vez, Yves Saint Laurent disse: “Para ficar linda, a mulher precisa de uma malha preta, uma saia preta e andar ao lado de alguém que ame”. Podemos substituir a malha pelo vestido preto!

web06-3507

RDE_7364

_RDE4787

RDE_0211

5. camiseta: queridinha e eterna!

Camiseta é sinônimo de conforto, além de ser um item indispensável no guarda-roupa e que também nunca sai de moda! Na PROGRAM você encontra modelos com ou sem estampas, em malha suede ou com detalhe em couro fake, perfeitas para o dia a dia e também para quem deseja ousar na produção!

_MGM0175

RDE_9217

03

web07_-3916

RDE_7148

_MGM0210

web06-3672

A coleção de Outono/ Inverno 2020 você encontra no site http://www.programmoda.com.br.

Museus de moda pelo mundo

Você sabia que existem museus especializados em perpetuar a memória da moda pelos tempos?

Incrível né? Mas se pensarmos bem, nada mais justo e mais bacana do que homenagear um setor tão importante da indústria e até do conhecimento humano, com uma mostra permanente de tudo que a moda contribuiu e contribui para a sociedade.

Vamos dar um pincelada aqui no blog, para você conhecer alguns dos Museus mais conhecidos sobre Moda e suas principais características e exposições.

Prepare-se para uma viagem especial, em uma trajetória pelas tendências que nunca saíram dos nossos corações:

Christian Dior, Museum and Garden

ROLY0186 - Musée Christian Dior Granville France | Granville ...

Localizado em Granville, Franca, é um dos museus mais visitados do Mundo. Esta bela casa foi onde o costureiro passou a sua infância e foi transformada em museu em 1988. É o único museu da França dedicado a um costureiro e recebe milhares de pessoas todos os anos.

 

Dior exhibition in Paris draws more than 700,000, Fashion News ...

Vista de um dos salões de exibição do Christian Dior Museum and Garden.

 

Christian Dior Exhibition In Paris | une femme d'un certain âge

Um dos modelos do famoso estilista Christian Dior.

 

Fashion Institute of Technology

O FIT: Fashion Institute of Technology fica em Nova York e é um dos principais acervos de moda com peças do século 18. Recebe em torno de 100 mil pessoas anualmente e suas exposições rotativas são sucesso garantido. Possuem peças únicas de estilistas como Coco Chanel, Balenciaga, entre outros. Oferece a oportunidade de cursos para estrangeiros na área de moda. Para mais informações sobre os cursos, clique aqui.

Fashion Institute of Technology 227 West 27th Street New York, NY ...

 

Exhibition and Experience Design Program - Fashion Institute of ...

Paper no FIT: Fashion Institute of Technology

 

Graduate from the Fashion Institute of Technology

Exibição dos formandos do FT

 

POLLYTALK FROM NEW YORK: BLACK FASHION DESIGNERS: FIT Fashion ...

Mostra sobre designers negros no FIT

 

Museu da Moda (MUMO)

Abrigado em uma poderosa construção do século 19, o MUMO, Museu da Moda, é o primeiro museu público brasileiro dedicado ao tema.

Localizado em Belo Horizonte, tem como missão disseminar a moda como bem cultural e patrimônio cultural.

MUMO - Museu da Moda de Belo Horizonte - Made in Beagá

 

MUMO, Museu da Moda - Plural - HOME

Exposição dedicada a Indústria Têxtil no MUMO

 

Exposição 'Gari Fashion' é um dos destaques da 'Slow Week' no ...

Exposição Gari Fashion no MUMO

 

Museu Cristobal Balenciaga

Menina Moderna: CRISTOBAL BALENCIAGA- museu de moda.

Um dos maiores estilistas de todos os tempos, o espanhol Cristobal Balenciaga teve uma justa homenagem em 2011 com a abertura do museu que leva o seu nome, na Espanha.

São aproximadamente 1.600 peças doadas por colecionadores para homenagear o estilista, que com sua visão única, revolucionou as formas e volumes nas criação da Alta Costura.

 

Current exhibitions | Explore | Cristóbal Balenciaga Museoa

Exposição dos modelos de Balenciaga em seu museu. A maioria das peças foi doada por herdeiros das clientes do estilista.

 

El Museo Balenciaga exhibe la técnica del minismalismo radical ...

 

MET: Metropolitam Museum

 

Metropolitan Museum of Art - Tio Orlando Viagens

Dentro do MET, um dos mais populares museus do planeta, se encontra o Anna Wintour Costume Center, totalmente dedicado a moda. A curadoria é da própria Anna Wintour, que tem sob sua responsabilidade mais de 35 mil peças e acessórios de todo o mundo e algumas com 700 anos de idade!

Além de abrigar essa coleção incrível, o baile anual do MET é um dos principais eventos fashionistas com os seus temas originais e looks extravagantes. O evento é super disputado e somente convidados selecionados a dedo tem acesso ao baile. Na ocasião a imprensa americana ( e o resto do mundo) acompanham com curiosidade os looks dos convidados para ver quais serão os mais excêntricos e originais.

Gallery view of Anna Wintour Costume Center, Imperial China, courtesy of Guan Liming ©

Exposição do MET sobre a influência chinesa na moda ocidental

 

Death Becomes Her”–at The Met | Green-Wood

Exposição sobre trajes antigos no MET

 

Lady Gaga com seu traja para o Baile do MET 2019

 

Katy Perry com seu look iluminante, chegando ao Baile do MET 2019

 

Elle Fanning, quase normal, sem contar as unhas… sob os flashes no MET 2019

Gucci Museum

gucci-gardenboutique01

Para quem gosta de moda, o Gucci Museo é um passeio bem interessante. Localizado na famosa Piazza della Signoria, o museu conta a história do italiano Guccio Gucci, que era funcionário em um hotel londrino. Apaixonado por moda, resolveu montar um workshop sobre o assunto quando voltou para Florença.

gucci-garden-guccification-0544-1515538508

O acervo do museu tem peças feitas a partir de 1930, como artigos para viagens, os primeiros elaborados por Gucci. Bolsas, roupas, sapatos, cintos, malas, necessaires, chapéus e vestidos de gala podem ser vistos em uma linha de evolução que manteve a originalidade da marca. O ponto alto da visita é a sala onde estão expostos vestidos de gala belíssimos, usados por celebridades já nos anos 2000. Além dos três andares de exposição de peças, o museu conta com um café e uma livraria.

E aí, gostou da matéria? Se quer ficar a par de muita coisa bacana do mundo da moda, assine o blog. Estamos sempre enviando novidades e curiosidades para você ficar por dentro do que acontece no universo fashion.

 

Siga-nos no Facebook

Siga-nos no Instagram

Couro fake e os lindos modelos da PROGRAM!

As peças em couro sintético, além de ecologicamente corretas, são muito procuradas nas estações mais frias do ano. O couro fake invadiu as vitrines da Europa e opções não faltam! Na PROGRAM você encontra lindos modelos de calça, jaqueta, vestido, legging e em detalhes de blusas.

Você pode montar looks em couro fake de acordo com o seu estilo, seja ele rocker, clássico ou fashionista. Na matéria de hoje, vamos te ajudar a deixar a sua produção ainda mais incrível, confira!

ESTILO FASHIONISTA

Aposte em peças estampadas, em tons de verde, marron ou no aninal print. Para um look mais colorido, aposte no pink, marinho ou vermelho!

_RDE4769

RDE_6732

web07_-3889

ESTILO ROCKER

Este visual pede acessórios pesados e um visual quase que 100% preto. Padronagem xadrez, botas e jaquetas em couro fake ajudam a compor um look bem roqueiro!

_RDE4787

web06-3659

RDE_7148

web07_-3929

ESTILO CLÁSSICO E ELEGANTE

O vestido de couro é particularmente ideal para um visual extremamente elegante, podendo ser combinado com scarpins. A cor caramelo também é clássica, podendo ser combinada com camisas pretas ou blusas em tons de azul.

01

web07_-3958

RDE_7351-2

 

web07_-3958

O couro fake não tem a mesma durabilidade do couro natural e para dar um melhor aproveitamento à peça, colocamos malha em partes estratégicas, como no meio das pernas (no caso da calça) e nos cotovelos (no caso da jaqueta). Além disso, esse recorte estratégico em malha, também evita o atrito do couro e proporciona total conforto!

web06-3686

Confira outros lindos modelos da coleção Outono-Inverno em programmoda.com.br

 

Siga-nos no Facebook

Siga- nos no Instagram 

Siga-nos no Tiktok

Grandes estilistas e os looks da PROGRAM

Na matéria de hoje, falaremos um pouquinho sobre os grandes estilistas que marcaram a história do mundo da moda e mostraremos também alguns looks da PROGRAM, que são o estilo de cada um deles! Confira!

Vivienne Westwood

vivienne-westwood-fashion-designer-legacy-history-brand-0

Poucos nomes na moda alcançaram o mesmo patamar que a estilista Vivienne Westwood. Pudera! Desde os anos 70, a inglesa é responsável por lançar e propagar algumas das principais tendências do mundo, incluindo verdadeiros movimentos culturais, como o punk e a moda engajada dos anos 2000.

Iconoclasta, a marca de Vivienne Westwood tem por essência um estilo contestador, fazendo eco aos discursos da estilista. “A melhor maneira de confrontar a sociedade britânica é ser o mais obscena possível”, disse ela em 2013.

RDE_0245

RDE_7203

 

Coco Chanel

coco-chanel-ocabide

 

Elegância significa conforto e Coco Chanel ofereceu ao mundo um novo modelo feminino que iria prevalecer ao longo dos anos: uma mulher dinâmica e trabalhadora que já não podia reconhecer-se nas roupas constritivas da Belle Époque. “Eu quero vestir mulheres ativas; uma mulher ativa precisa se sentir confortável em suas roupas”.

Foi uma estilista francesa e uma inovadora no campo da moda. Foi a fundadora da marca “Chanel”, um grande império na produção de roupas, bolsas, sapatos, perfumes, acessórios etc.

RDE_5388

_MGM0228

 

Miuccia Prada

 

MIUCCIA-PRADA

 

A estilista italiana Miuccia Prada (10 de maio de 1949) é mais conhecida como Miu Miu, seu apelido de infância.

Em suas marcas, a estilista reinventou o conceito de belo e feminino. A carreira dela é marcada pela criatividade e por buscar sempre o diferencial daquilo que está sendo feito no mundo da moda. Miuccia acredita que a marca vende porque agrega todos esses significados ao produto. Isso porque, a Prada foi transformada em uma ideia que vai além da experiência de consumo.

Com Miuccia à frente, a Prada se transformou em um império na produção de moda feminina, masculina, acessórios, roupas íntimas e até mesmo cosméticos.

RDE_4150

RDE_7176

 

Diane Von Furstenberg

Diane_von_Furstenberg

Antes de ser conhecida como estilista, Diane foi princesa. Casou-se com o príncipe Egon Von Furstenberg, descendente de uma tradicional família alemã, aos 18 anos. O crescimento da marca aconteceu muito rápido. O sucesso começou em 1970 com a venda de mais de 25 mil vestidos por semana, conquistando Nova Iorque e a Europa.

Diane foi a criadora do famoso wrap dress ou vestido envelope, aquele que cruza e amarra na cintura, em 1973. Ele é famoso, pois valoriza a silhueta de qualquer mulher, desde as mais conservadoras, até as mais extravagantes.

RDE_6927
RDE_4195

Karl Lagerfeld

Karl_Lagerfeld1

Foi um dos designers de moda mais respeitados do mundo, sendo grande responsável por moldar a indústria e lançar tendências. Foi diretor criativo da Chanel e da casa de moda italiana Fendi, além de também dirigir a sua própria casa de moda, Karl Lagerfeld.

Karl também foi o responsável pela renovação das clássicas bolsas da grife francesa, que nunca deixaram de ser um grande sucesso e um verdadeiro sonho de consumo entre os grandes apreciadores da moda.

RDE_4188

RDE_9112

 

Christian Dior

 

2-foto-Christian-Dior

Eternizou o seu nome no mundo da moda a partir do New Look, a estética que trouxe de volta a feminilidade, o luxo e a sofisticação, após a Segunda Guerra Mundial. Homem simples e de refinamento discreto, o estilista francês conquistou os corações da mulheres ao redor de todo o mundo e seu império de Alta Costura permanece até hoje como sinônimo de glória e requinte.

RDE_7364

RDE_7150

 

Stella Mccartney

 

Stella-McCartney-1920x1280-990x556

O principal diferencial da estilista é o fato de que sua vida de vegetariana, espelhou nas suas coleções que não possuem nenhum tipo de couro, de pele ou penas.

Para ela, nenhum animal deve ceder suas vidas pela moda. Essa decisão torna a marca a primeira e uma das únicas que pensam de forma responsável pela ética e meio ambiente. Stella expandiu sua gama de produtos, que hoje se dividem em: ready-to-wearlingerie, acessórios, perfumes e infantil, bridal e roupa de festa.

RDE_0407

_RDE8806-500x750

 

Yves Saint Laurent

 

yves saint

 

“Ele era como Picasso”, disse Valerie Steele, diretora e curadora-chefe do museu do Fashion Institute of Technology, na época de sua morte. “Transformava seu estilo e sempre causava um impacto incrível na moda”. Desde a sua primeira coleção na Christian Dior – quando tinha apenas 21 anos – até ao empoderador Le Smoking, suas blusas transparentes, sua defesa pela diversidade, Yves Saint Laurent foi um verdadeiro inovador de seu tempo. Tão grande foi o seu impacto que, em 1983, aos 47 anos, tornou-se o primeiro estilista vivo a ser reconhecido com uma retrospectiva no Costume Institute do Metropolitan Museum of Art.

RDE_5401

RDE_0153

 

Valentino

 

valentino

A história de Valentino tem início nos anos 50, quando Valentino Clemente Ludovico Garavani, italiano nascido na cidade de Voghera, em 1932, se muda para Paris ainda adolescente para estudar moda. Na França, ele tem a oportunidade de aprender com os mestres Guy Laroche e Jean Dessès.

Sua obsessão pelo vermelho deu nome a uma de suas linhas, Red Valentino, que propõe uma releitura contemporânea do estilo clássico da grife. Os vestidos Red Valentino traduzem o perfeccionismo das suas criações com peças em tecidos refinados e texturas elaboradas, além de toques luminosos e detalhes translúcidos.

A sofisticação dos designs apresentados ao longo dos anos pela grife também se estende aos acessórios. A linha mais recente de bolsas Red Valentino traz peças inspiradas na pop art que refletem o luxo característico da marca.

RDE_6857

RDE_4269

 

Donna Karan

 

1200px-Donna_Karan_VF_2012_Shankbone

 

A marca Donna Karan foi fundada pela estilista Donna Karan e seu marido, Stephan Weiss, em 1984, em Nova Iorque.

É a queridinha de muitas celebridades e mulheres ao redor do mundo, pelo fato de Donna apostar em mulheres “comuns” e não em um padrão que muitas marcas costumam escolher. Suas roupas seguem um estilo urbano, sofisticado e acessível.

Donna chamou a atenção do público e da crítica com suas roupas que abandonavam estilo exagerado dos anos 80, focando nas mulheres comuns e valorizando os pontos positivos da silhueta feminina e disfarçando os pontos negativos. A marca associa-se à cidade de Nova Iorque, que é o lar das mulheres urbanas e dinâmicas, além de servir como grande inspiração para a estilista.

RDE_0296

RDE_6634

Gostou da matéria? Esses e outros modelos da coleção de Outono Inverno 2020, você encontra no site programmoda.com.br.

 

Siga-nos no Facebook

Siga-nos no Instagram

 

Grandes personalidades e os looks da PROGRAM!

Ter estilo próprio é sinônimo de autoconhecimento, por isso, nada melhor do que se inspirar em grandes ícones que fazem ou fizeram diferença na história, com suas personalidades marcantes e cheias de estilo!

Diana e seu estilo elegante!

Diana

Como bom ícone que é, a princesa Diana não só ditou moda nas décadas de 80 e 90, como apostou em peças que viriam a se tornar clássicos anos depois. Prova disso, é que seu estilo elegante continua em alta nos looks que surgem nas passarelas e ruas mundo afora.

Ousada, ela mudou até o dress code da realeza (antes de Diana, o preto era usado apenas em funerais; depois, ganhou eventos glamourosos).

Alguns looks da PROGRAM inspirados na princesa:

RDE_7262

_MGM0024

 

 

 Marilyn Monroe: o mais sensual dos estilos!

 

marilyn

Em seus anos no cinema, Marilyn se tornou um grande ícone da cultura pop e um dos maiores símbolos sexuais da história. Além de seu corpo, muitas queriam atingir seu estilo de se vestir. Desde quando ditou padrões, até os dias atuais, a atriz continua como uma das maiores referências em moda e estilo.

Looks PROGRAM inspirados na diva:

RDE_4246

RDE_4631

RDE_0267

 

Iris Apfel e o seu estilo ousado!

 

Iris Apfel

Sempre usando óculos grandes, cores marcantes e uma verdadeira montanha de acessórios, Iris Apfel é a luz colorida no fim do túnel do minimalismo. Ela mesma conta que não tem nada de básico, gosta de tudo original e singular. Originalmente uma designer de interiores, Apfel trabalhou com importação de objetos e tecidos exóticos.

Até hoje esse gosto ousado e colorido, continua firme e forte!

Alguns looks da PROGRAM inspirados em Iris:

RDE_6732

RDE_9064

RDE_4395

 

A clássica Jackie Onassis!

 

Jacki O.

Com um estilo clássico e único, Jacqueline Onassis é considerada uma das mulheres que mais influenciou a moda em todos os tempos. Seu look icônico, composto por tailleurs bem cortados e monocromáticos, a transformou em um símbolo da moda que até hoje inspira mulheres no mundo inteiro.  Vestidos curtos e estampados, brincos longos e colares de pérolas com duas voltas, passaram a fazer parte do seu closet, que também contava com looks de uma mulher profissional bem-sucedida.

Looks PROGRAM inspirados em Jackie:

RDE_4313

RDE_0053

RDE_4093

 

A diva Madonna e seu estilo rebelde!

 

Madonna

Quando lançou o disco de estreia de sua carreira solo, em 1983, Madonna começava a influenciar o público feminino com seu estilo composto por tops de renda, saias sobre calças capri e meia arrastão, combinados a crucifixos, pulseiras e cabelos descoloridos. Foi naquela década, em 1985, que ela fez sua primeira turnê pelos Estados Unidos, com fileiras de meninas usando saias de filó e calças capri, luvas de renda, rosários, laços no cabelo e brincos de argola – ícones do estilo de Madonna naquele período.

Seleção de looks PROGRAM inspirados em Madonna:

RDE_7176

 

 

RDE_7851

 

Hebe Camargo e seu estilo extravagante!

 

Hebe

Fora a indiscutível importância da estrela na história da nossa telinha, Hebe encantou pela exuberância de suas joias e vestidos suntuosos, um estilo sempre impecável e marcado pelo glamour. A apresentadora era dona de uma das maiores coleções de preciosidades em acessórios do Brasil. Peças feitas sob encomenda, pérolas raras, esmeraldas; sempre grandes e imponentes. Uma das extravagâncias de Hebe era um colar com 30 quilates de diamantes, corriqueiro em suas aparições.

Maxi brincos, colares, pulseiras, paetês, peles e saltos altíssimos. Pense em algo sofisticado – estava no guarda-roupa de Hebe.

Looks PROGRAM inspirados em Hebe:

RDE_7203

RDE_5272

RDE_9103

 

Gaby Amarantos: estilo exuberante!

 

Gabi Amarantos

Embora faça questão de preservar um estilo irreverente, com turbantes e muita cor, Gaby conta que passou por uma evolução visual desde que começou a apresentar o “Saia Justa”, na GNT.

A cantora é conhecida pelo seu visual exótico e exuberante, cheio de personalidade e cor, com estampas em animal print, turbantes super fashion, vestidos curtos e maxi brincos.

Looks da PROGRAM inspirados em Gaby:

RDE_4376

RDE_5073

RDE_9097

 

Lady Gaga: a mais descolada dos estilos!

lady gaga

Apaixonada por moda e sempre disposta a mostrar todas as suas formas e dimensões, Gaga tem seu estilo dividido entre estes opostos tão polarizantes – o clássico e o avant-garde -, transitando com naturalidade entre os dois extremos.

Com o passar dos anos, Gaga mostrou toda uma nova face: mais adulta, mas não menos cool. Por depender apenas dos exageros para chamar atenção, a cantora, quando aposta no drama, soa ainda mais contemporânea. E quando aposta no romantismo, o faz de longo de plumas Valentino alta-costura, provocando suspiro coletivo. Esse é o grande trunfo de Lady Gaga: jamais saber o que ela vai trazer no próximo evento – inclua aí um look incrível ou até um simples bronzeado!

Alguns looks da PROGRAM inspirados em Gaga:

RDE_7627

 

 

RDE_7351-2

Esses e outros modelos você encontra no site programmoda.com.br

 

Siga a PROGRAM no Facebook

Siga a PROGRAM no Instagram

 

A moda antes e depois da Pandemia

Os grandes acontecimentos mundiais sempre influenciaram a moda. O momento atual de Pandemia por Covid-19 não é diferente.

A história nos traz alguns exemplos de comportamentos que, associados com o que se passava pelo mundo, geraram mudanças sociais definitivas e permanentes.

O primeiro exemplo que podemos citar, só para ficar nos mais recentes, foi a 1ª Guerra Mundial. Com a saída dos homens das fábricas e do trabalho nos campos para irem para o front, as mulheres tiveram que, literalmente, ir para as ruas para buscar o sustento familiar e substituir os operários e agricultores. Isso determinou o fim do espartilho e o começo da era da calça comprida, que, no início, era usada com uma saia ou um avental comprido por cima. Um pouco depois dessa fase, as mulheres passaram a usar calças sozinhas, muito por influência da grande inovadora desse período: Coco Chanel.

Fábrica de munição na França (1916) - Archive of Modern Conflict London/Reuters
Mulher trabalhando em uma fábrica, no período da primeira guerra mundial.

 

Mulheres vestidas para o trabalho nas fábricas, no período da primeira guera mundial.

 

Modelos de roupas para trabalho.

Chanel entendeu muito rápido a necessidade dos novos tempos e soube adaptar esse desejo para a moda e a mulher que surgia. As roupas passaram a ser práticas, com as linhas das roupas mais simples, o comprimento mais curto e o novo conceito que resumia a mulher moderna e independente.

Coco Chanel ( à esquerda) vestindo calça comprida na década de 1920.

Depois desse período o grande acontecimento mundial foi a 2ª Guerra Mundial, que fez com que as mulheres mais uma vez saíssem de casa para trabalhar, enquanto seus maridos e pais estavam lutando pelo país. Foram anos difíceis, cheios de restrições e com o final da guerra, um sentimento de felicidade tomou conta de populações inteiras,  se refletindo mais uma vez na forma como as mulheres passaram a se vestir. Nesse ponto, o visual rigoroso e sequinho já estava ultrapassado e as mulheres estavam cansadas de tanta austeridade para se vestir.

Tailleurs típicos dos anos 40: a moda seguia o rigor dos uniformes militares com silhueta ajustada e poucos adereços femininos.

Em 1947, logo após o término da 2ª Guerra, foi lançado o “New look” ou “Tailleur Bar” de Christian Dior, revolucionário para a época e que  trouxe a feminilidade de volta ao guarda-roupa feminino. Com sua saia super rodada, com metros e metros de tecido e sua proposta de um mundo novo  de paz, cheio de felicidade, prosperidade e abundância.

Foi quando surgiram as primeiras roupas prontas ou, aqui no Brasil, as  “roupas feitas”, peças já produzidas que eram produzidas em massa e compradas para uso imediato. Tudo estava à disposição na loja mais próxima, sem necessidade de idas à costureira e provas cansativas.

É oficial: Maria Grazia Chiuri é a 1ª mulher estilista da Dior ...
O icônico Tailleur Bar, ou New Look, criação de Christian Dior, há 73 anos.

Avançando um pouco mais na linha do tempo, chegamos aos rebeldes anos 50 e 60, com a juventude transviada e o primeiro traje rebelde (hoje um clássico da moda jovem): a calça jeans com camiseta branca e jaqueta de couro preta.

Um verdadeiro símbolo dos anos 50 e começo dos anos 60, a calça jeans passa a ser o vínculo da moda com os jovens rebeldes, assim como a motocicleta e os carros em alta velocidade, representados por James Dean e Marlon Brando no cinema.

Eram anos agitados e a sociedade passava por uma revolução de costumes: os jovens começam a ter necessidade de identidade própria e procuram trilhar o seu caminho desvinculado do que desejavam seus pais, considerados pelos seus filhos, repressivos e antiguados.

 

Flores da Modéstia: A mulher e as calças nos anos 40
Publicidade de marca de “roupas feitas”, anunciando modelos em jeans. Anos 1950 nos EUA.

A música, o cinema, a literatura e as artes em geral seguiram o mesmo caminho e abriram espaço para a outra revolução um pouco mais tarde: os Hippies do final dos nos 60 e década de 70, com suas roupas coloridas, cheias de significado flower power,  as franjas e as bocas-de-sino (que hoje chamamos de flare).

Com seu discurso pacifista, os hippies eram contra a guerra do Vietnan e pregavam o amor livre, o uso de drogas para abrir as portas da percepção e se opunham a tudo que não fosse o senso comum; a coletividade . Esse movimento ficou conhecido como “contra-cultura” e influenciou toda uma geração.

Moda anos de 1970: inspirações de looks e produções
Ponchos, técnica tye die, estampas de cashmere e forais multicoloridos são as principais contribuições do período hippie para a moda.

Outro grupo que influenciou diretamente a moda dos anos 70/80 foi o movimento Punk inglês, com seus cabelos moicanos e suas roupas predominantemente pretas, com muitas tachas e pregos.
Os Punks, diferente dos Hippies, pregavam a agressividade como forma de expressão e mudança e eram contra qualquer forma de autoritarismo. Sua vestimenta e a música são as principais formas de identificação dessa ideologia.

Vivienne Westwood é a principal estilista desse movimento e suas criações romperam com establishment e continuam atuais 45 anos após o surgimento do movimento PUNK, na Inglaterra  em meados dos anos 1970.

1970s Westwood was one of the biggest names in the 1970s and later ...
Vivienne Westwood (de vermelho) na Londres dos anos 1970.

Uma coisa é certa, o laboratório da moda é a sociedade. Quanto maiores forem as mudanças no nosso meio social, maior será a transformação da moda.

Após a Pandemia algumas tendências já se mostram promissoras, como a necessidade de cuidar mais do planeta, a possibilidade de termos relações mais próximas, mesmo estamos distantes e outras que ainda vamos descobrir.

Nesse quadro promissor e novo, só o que podemos fazer por enquanto é imaginar qual será esse mundo novo, tendo a mente aberta e uma atitude otimista em relação ao futuro.

O novo cenário da moda nos permitirá ter mais consciência em relação a cadeia produtiva, a origem dos produtos e nos apontará as novas relações entre as marcas e os consumidores.

Mais do que isso, alertará para a responsabilidade de todos (empresas e clientes) com a economia e com a sociedade.

 

Siga-nos no Facebook

Siga-nos no Instagram